Publicidade

CAMISETAS PSBILLONARTES

CAMISETAS PSBILLONARTES

PROGRAMA SHOW NA TELA

PROGRAMA SHOW NA TELA
SHOW NA TELA

Publicidade

CAMISETAS PSBILLIONARTES

CAMISETAS PSBILLIONARTES

PROGRAMA SHOW NA TELA

PROGRAMA SHOW NA TELA
SHOW NA TELA

Pesquisar este blog

ESCÂNDALO E CORRUPÇÃO: A governadora amada nos anos 1994 deixou o governo suja da maior mancha vergonhosa de um país.


O doleiro Alberto Youssef, principal alvo da Operação Lava Jato, afirmou em sua delação premiada à Polícia Federal que pagou, em 2013, propina de R$ 3 milhões para João Abreu, então chefe da Casa Civil do governo Roseana Sarney (PMDB), no Maranhão, para viabilizar o pagamento de um precatório de R$ 113 milhões da Construtora Constran.
"Foi acertado que o valor seria parcelado mediante acordo entre a UTC/Conbstran sendo fixada uma comissão da ordem R$ 10 milhão a ser pago pela empresa", revelou Youssef. "Mediante um acerto com João Abreu ficou combinado que ele receberia parte do comissionamento, ou seja, R$ 3 milhões.
"Em depoimento no dia 24 de novembro do ano passado, Youssef revelou que sua parte na transação foi de R$ 4 milhões e que o valor foi retirado na empresa UTC - empresa que se associou à Constran. Youssef prestou longa sucessão de depoimentos às autoridades da Lava Jato. No termo de colaboração 51, o doleiro revelou que "por volta de julho ou agosto de 2013" se encontrava na sede da UTC com dois executivos do grupo, Walmir Pinheiro e Augusto Pinheiro.
"Foi feita uma reunião onde estava presente João Abreu, na época chefe da Casa Civil do Estado do Maranhão, a contadora Meire Poza e um procurador do Estado (do Maranhão)", afirmou Youssef.
O precatório no valor de R$ 113 milhões seria vendido por R$ 40 milhões, sendo que o governo do Maranhão participaria da negociação, por meio de um fundo de investimentos e pagamento de propina.
Youssef afirmou ainda que Adarico Negromonte, irmão do ex-ministro de Cidades Mário Negromonte, e Rafael Ângulo Lopes - carregadores de malas do esquema desbaratado na Petrobrás - e uma terceira pessoa levaram duas parcelas de R$ 800 mil reais do montante.
Youssef afirmou ainda que ele mesmo levou outra parcela de R$ 1,4 milhão "o qual ele entregaria na data em que foi preso", em um hotel em São Luiz (MA), no dia 17 de março do ano passado. O doleiro afirmou não saber se João Abreu consultou a então governadora Roseana Sarney, que deixou de ter direito a foro privilegiado. Youssef diz, porém, que o chefe da da Civil afirmou ser interesse do Estado "pagar essa dívida".





0 comentários:

MAIS POPULARES.

LOJA INFORWORK INFORMATICA.

TORRES CONSTRUÇÕES

TORRES CONSTRUÇÕES
AV. Hilton Nunes nas proximidades da reseidência do Sr. José das Graças, via de acesso ao terminal Rodoviário.

PAPELARIA ABC

PAPELARIA ABC
Completo sortimentos em material escolar e escritório em geral e informática.

MOTO SHOW PEÇAS E ACESSÓRIOS

MOTO SHOW PEÇAS E ACESSÓRIOS
AV. Amaral Raposo N° 826-A BR 226 Bairro Canoeiro Fone (99) 3532 8481

DRª CLÁUDIA CRISTINA C. CARVALHO

DRª CLÁUDIA CRISTINA C. CARVALHO
FONE (99) 3532 6131

ALEXANDRE CABELEIREIRO

ALEXANDRE CABELEIREIRO
Centro de Grajaú próximo ao Posto Vitorino Freire.

PIZZARIA ESPERANÇA

PIZZARIA ESPERANÇA
AVENIDA HULTON NUNES RODOVIÁRIO.

BABBALOO CABELEIREIRO

BABBALOO CABELEIREIRO
Localizado na Rua da Mangueira.

..

..
.

CHAVES TATTOO NOVO ENDEREÇO.

CHAVES TATTOO NOVO ENDEREÇO.
No Chaves Tattoo Studio sua imaginação vira arte, estamos localizados em novo endereço Rua Humberto de Campos no Bairro Canoeiro nº 173 A telefones (99) 99186-9614. aceitamos todos os Cartões. Grajaú-MA

TODOS OS TIPOS DE DESENHOS PARA SEU CORPO, TUDO HÁ SEU GOSTO.

TODOS OS TIPOS DE DESENHOS PARA SEU CORPO, TUDO HÁ SEU GOSTO.
.